P

dicas

Copiando a imagem das atividades Para copiar ou salvar as imagens das atividades siga os seguintes passos: 1- Clique sobre a imagem com o botão direito do mouse. 2- Irá aparecer uma caixa, clique em exibir imagem. 3- A imagem será ampliada, clique novamente sobre ela com o botão direito do mouse. 4- Irá aparecer uma nova caixa, clique em copiar a imagem ou salvar como. 5- Se copiar a imagem cole no Word. 6- Se salvar como, escolha um local no seu computador e salve.

terça-feira, 7 de junho de 2011

Interpretação textual - Besouro - caracol



    Atenção: para responder as questões de números de 1 a 6, leia o texto abaixo:
                               
                            BESOURO -  CARACOL                   

            Era uma vez um caracol bem caracol: duro, covarde, enrolado, fraco e tímido.
            Era um besouro bem besouro: corajoso, extrovertido, forte e atirado.
            Quando vinha a tempestade, o besouro, com seu escudo preto, saía voando na chuva e nem se molhava. O caracol se enrolava todo dentro de sua casinha e de lá não saía  nem para comer mosquito.
            Um dia, o besouro destemido se propôs a ajudar aquele pobre caracol faminto e levou comida para ele. O caracol ficou alegre e comeu.
            No dia seguinte e nos outros, o besouro levou mais comida. O caracol comeu, comeu, e comeu tanto que ficou tão gordo que logo não cabia mais na concha.
            O besouro aconselhou:
       __Por que você não sai desse lugar apertado? Essa casa não é mais para você.
            O caracol não confiava muito no besouro. Mas gordo e abafado, não teve outro jeito, abandonou a concha virando uma enorme lesma.
            Ao ver aquela lesma, gorda e suculenta, se mexendo na sua frente, um sabiá que passava não resistiu e... nhoct!, avançou no bicho e o comeu inteirinho.
            Uns caracóis que observavam a cena comentaram entre sí:
      __ Um caracol deve ser sempre um caracol e não se enrolar na conversa dos outros. Mesmo nos momentos mais difíceis.
                       
                         (FRATE, Diléa. Histórias para Acordar. São Paulo: Companhia das Letrinhas,1996)

1)    Um dia , ... comida para ele
  Na frase acima, a expressão grifada
(a)  introduz o que aconteceu com o besouro e o caracol.
(b)  Resolve a situação problemática do sabiá.
(c)  Descreve o besouro e o caracol
(d)  Afirma a amizade entre o besouro e o caracol.

2)    A expressão grifada no trecho “Um caracol deve ser sempre um caracol e não se enrolar na conversa dos outros” significa que o caracol não deveria
(a)  conversar com ninguém.
(b)  Acreditar nos outros.
(c)  Comer muito
(d)  Ficar enrolado.

3)    Os outros caracóis puderam aprender com a história do besouro e no caracol que não se deve
(a)  confiar nos outros.
(b)  Aceitar sugestões
(c)  Conversar com estranhos
(d)  Mudar de personalidade.

4)    Por que o besouro aconselha ao caracol que abandone sua concha?
(a)  Porque queria comê-lo.
(b)  Porque o caracol estava apertado dentro da concha.
(c)  Porque o sabiá queria comê-lo.
(d)  Porque o besouro queria testar a confiança do caracol.

5)    Por que o caracol estava passando fome?
(a)  Porque faltava alimento na região onde ele vivia.
(b)  Porque ele estava de dieta.
(c)  Porque não gostava de comer quase nada.
(d)  Porque não saía de sua concha para caçar alimento.

6)    Na frase”Mas, gordo e abafado, não teve outro jeito: abandonou a concha, virando uma enorme lesma”, qual a função dos dois pontos?
(a)  Finalizar uma frase.
(b)  Introduzir uma explicação.
(c)  Fazer uma pausa na frase
(d)  Destacar uma expressão.

2 comentários:

Postar um comentário

Google+ Followers