e

terça-feira, 29 de março de 2011

Fábula A lebre e a tartaruga com interpretação textual

A lebre e a tartaruga


Certo dia uma lebre topou com uma tartaruga e, ao ver como ela andava
devagar, caiu na risada e fez muita troça.
― Como você é lenta e desajeitada ― disse a lebre. ― É tão desengonçada,
andando com essa sua concha pesada, que até admira que consiga chegar a algum
lugar.
A tartaruga deteve-se na estrada poeirenta, levantou a cabeça, virou-se para a
lebre e sorriu.
― Então vamos apostar uma corrida ― disse ela.
― Na hora que você escolher. Aposto dez moedas por dez quilômetros.
A lebre se pôs a dar pulos toda animada.
― O quê! Dez moedas? Podemos começar agora mesmo? Só dez quilômetros?
E sem esperar pela resposta da tartaruga, disparou pela estrada.
A tartaruga saiu atrás, com toda a lentidão. Sem olhar para trás nem pra os lados, foi seguindo a passo firme e regular pela estrada.
Num instante, a grande velocidade da lebre deu-lhe uma grande dianteira, e ela,rindo consigo, virou-se para ver a que distância se encontrava a tartaruga. Não conseguiu avistá-la, e, como estava um pouco cansada e achou que um descanso
seria muito agradável, acomodou-se ao lado de uma placa da estrada, para tirar uma
soneca.
― Vou dormir um pouco ― disse ela. ― Tenho muito tempo, e se a minha vagarosa amiga passar por aqui enquanto eu estiver dormindo, eu acordo, alcanço-a,
e ainda assim venço a corrida com facilidade.
A tartaruga, enquanto isso, ia avançando, e depois de muito, mas muito tempo,chegou à placa da estrada, embaixo da qual a lebre roncava sonoramente. A tartaruga não parou. Sem hesitar, foi em frente, levando às costas o seu grande casco, rumo ao distante marco de chegada.
A lebre, muito confiante na própria vitória, dormiu a sono solto ao sol. Quando finalmente acordou, já era quase noite: ela tinha dormido demais! Piscou, pôs-se de pé com um pulo, olhou de um lado e de outro e saiu em disparada. Embora corresse mais rápido do que o vento, não conseguiu alcançar a tartaruga. Quando atingiu o marco de chegada, a tartaruga já estava lá, sorrindo calmamente consigo mesma.

Devagar se vai ao longe.
Mathias, R. Fábulas de Esopo.
São Paulo: Círculo do livro, 1983

1.Na sua opinião, Por que a lebre aceitou o desafio da Tartaruga?

2- Você é capaz de identificar pelo comportamento qual o tipo de personalidade de cada um dos personagens da trama?
3- O que aconteceu depois que os dois competidores partiram do ponto inicial?
4 -Você consegue relatar alguma situação da vida real que se assemelhe ao exemplo da fábula?
5-Você seria capaz de descrever, com suas palavras, o significado da Moral da Fábula?


Questões de Interpretação e Compreensão

1) Quem conta a história? Assinale a resposta correta:
( ) A tartaruga ( ) A lebre ( ) O narrador
Justifique a sua resposta:
_____________________________________________________________________
___________________________________________________________________
2) Por que a lebre estava certa que iria ganhar a corrida?
_____________________________________________________________________
___________________________________________________________________
3) O que fez a lebre perder a corrida?
_____________________________________________________________________
___________________________________________________________________
4) Qual foi a primeira atitude da lebre após o desafio feito pela tartaruga?
_____________________________________________________________________
___________________________________________________________________
5) Por que a tartaruga venceu a competição, mesmo sendo tão lenta?
_____________________________________________________________________
___________________________________________________________________
6) O que você pensa sobre quem tem atitudes como a da lebre?
_____________________________________________________________________
___________________________________________________________________
7) Relacione de acordo com a ordem dos acontecimentos da história:
( 1 ) começo ( 2 ) meio ( 3 ) fim

( ) “A tartaruga não parou. Sem hesitar, foi em frente, levando às costas o seu
grande casco, rumo ao distante marco de chegada.”

( ) “― É tão desengonçada, andando com essa sua concha pesada, que até admira
que consiga chegar a algum lugar.”

( ) “Sem olhar para trás nem pra os lados, foi seguindo a passo firme e regular pela
estrada.”
8) Relacione corretamente:
( 1 ) tartaruga ( 2 ) lebre
( ) fez muita troça ( ) andava devagar ( ) dormiu a sono solto ao sol
( ) levantou a cabeça, virou-se e sorriu ( ) deu pulos toda animada

9- Se você fosse a tartaruga, o que diria à lebre no momento do desafio para a
corrida?

4 comentários :

Postar um comentário

Descontos netshoes

shoptime

shoptime