dicas

Copiando a imagem das atividades Para copiar ou salvar as imagens das atividades siga os seguintes passos: 1- Clique sobre a imagem com o botão direito do mouse. 2- Irá aparecer uma caixa, clique em exibir imagem. 3- A imagem será ampliada, clique novamente sobre ela com o botão direito do mouse. 4- Irá aparecer uma nova caixa, clique em copiar a imagem ou salvar como. 5- Se copiar a imagem cole no Word. 6- Se salvar como, escolha um local no seu computador e salve.

domingo, 6 de abril de 2014

Carta- Interpretação textual

1 - Leia esta carta.

Querida Ângela,

             Depois que você foi embora para Ribeirão Preto, eu fiquei um tempão andando pela casa que nem barata tonta, achando tudo muito sem graça. Cada vez que eu pensava que ia ter que esperar as outras férias para brincar outra vez com você, me dava vontade de sair gritando de raiva. Mamãe me deu um picolé para eu ficar contente, mas a raiva era tanta que eu mastiguei toda a ponta do pauzinho, até ficar franjinha. Mais tarde a Maria e a Cláudia vieram me chamar para brincar. Nós ficamos pulando corda na calçada, e depois sentamos no muro e ficamos brincando de botar apelidos nos meninos. O Carlinhos ficou sendo o Carlão-sem-sabão. Toda vez que a mãe dele chamava para tomar banho, ele volta depois com outra roupa, mas com a mesma cara. A Cláudia disse que o Carlinhos abre o chuveiro só pra mãe dele ouvir o barulho, mas vai ver ele fica sentado na privada vendo a água correr. Aí troca de roupa, e pronto.
           A mania do Chico é dizer que um jogo não valeu sempre que ele está perdendo. Então, o apelido dele ficou sendo mesmo “Chico-não-valeu”. Não deu para inventar mais apelido porque os meninos ficaram loucos da vida, quiseram tomar a corda da gente e começaram a puxar nosso cabelo. No fim cansou, a gente acabou indo todo mundo jogar queimada na casa do Fernando.
           Eu voltei para casa contente da vida, mas quando o Fábio me viu foi dizendo: “Tá tristinha porque a priminha foi embora? Vai ser ruim mexericar sozinha por aí, né?” Ah, Ângela, que raiva! Às vezes dá vontade de trocar esse irmão marmanjo por uma irmã do meu tamanho como você!
         Um beijo,
                                                                    Marisa


STAHEL, Monica. Tem uma história nas cartas da Marisa.
Belo Horizonte: Formato, 1996. p. 5.

    1.    Esse texto é uma carta pessoal.
 
a) Quem escreveu  esta carta?_____________________________
b) Para quem ela escreve?________________________________
c) Essas pessoas são adultas ou crianças? Como você descobriu?
_______________________________________________________________________________________________________________________________________________

2. Na carta, Marisa faz referências a três brincadeiras: pular corda, colocar apelido em meninos e jogar queimada.

a)    Que outras brincadeiras desse tipo você conhece?

________________________________________________________________________

b)    De qual delas você mais gosta de brincar?

________________________________________________________________________

3. No final da carta, Marisa conta que Fábio, seu irmão, a provocou e a deixou com raiva.

a)    Esse irmão é mais novo ou mais velho que Marisa?

______________________________________________________________________

      b) Que palavra mostra isso?

______________________________________________________________________

      c) O que quer dizer mexericar? Marque a resposta correta.

(      )    Chupar mexericas.    
(      )  Conversar em segredo, fazer intrigas.   
(      ) Cantar  em voz baixa.

4. Depois da partida de Ângela, Marisa ficava andando pela casa que nem barata tonta. Você já ouviu a expressão barata tonta? Expressões como essa são criadas pelo povo. O que significa “barata tonta” no texto?

(      ) Pessoa nojenta, antipática.        
(      ) Pessoa desnorteada, perdida.
(      ) Pessoa  que tem medo de baratas.   
(      ) Pessoa atenta.   

5. Normalmente as cartas apresentam, logo na primeira linha, o nome da cidade e a data em que foram escritas. Na carta de Marisa não há essas informações.

a)    Se você fosse Marisa e estivesse escrevendo essa carta hoje, que cidade e que data deveriam aparecer no início dela?
_____________________________________________________________________________________________________________________________________________
b)    Que expressão Marisa usa para se despedir de Ângela?
______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

6. Em que situação as pessoas escrevem cartas pessoais?
______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

7 -  Imagine que você seja Ângela, a prima de Marisa. Escreva em seu caderno de  produção de texto uma resposta à carta de Marisa, comentando sobre a tristeza da separação de vocês, a importância de ter amigos em ocasiões difíceis, o que você está sentindo etc. Conte também o que tem feito, se fez novos amigos, como está se relacionando com os colegas da escola etc.

8 -  Socialize sua carta resposta.
__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________



0 comentários:

Postar um comentário

Google+ Followers