dicas

Copiando a imagem das atividades Para copiar ou salvar as imagens das atividades siga os seguintes passos: 1- Clique sobre a imagem com o botão direito do mouse. 2- Irá aparecer uma caixa, clique em exibir imagem. 3- A imagem será ampliada, clique novamente sobre ela com o botão direito do mouse. 4- Irá aparecer uma nova caixa, clique em copiar a imagem ou salvar como. 5- Se copiar a imagem cole no Word. 6- Se salvar como, escolha um local no seu computador e salve.

domingo, 28 de outubro de 2012

ideias para avaliação 4/5º anos


       Texto 1
                    Infância
     Eu tenho oito anos e já sei ler e escrever.
     Por isso, ganhei de presente a história de Peter Pan. As aventuras dele com o  Capitão Gancho e o jacaré que engoliu um relógio até que são engraçadas.  Mas  achei uma bobagem aquela mania do Peter Pan de querer ficar sempre menino.
     Já imaginaram se todos quisessem ficar sempre  pequenos e nunca mais  crescer? Aí quem ia cuidar da gente? Fazer comida,  passar pito, mandar tomar  banho, dizer que é hora de ir pra cama?
     Sarar a gente da dor de barriga e da dor de dente?
                                                                                    Fonte: Henriqueta Lisboa

1) Percebe-se que o narrador é uma criança no trecho
(A) “As aventuras dele com o Capitão Gancho...”            
(B) “... mania do Peter Pan de querer ficar sempre menino.”
(C) “Eu tenho oito anos e já sei ler e escrever.”
(D) “... se todos quisessem ficar sempre pequenos.”

2) No trecho “As aventuras dele com o Capitão Gancho”, a palavra sublinhada refere-se ao :
(A) jacaré.            
(B) menino.
(C) Peter Pan. 
(D) relógio.
                                                                     A cigarra e as formigas

      Num belo dia de inverno as formigas estavam tendo o maior trabalho para  secar suas reservas de trigo.  Depois de uma chuvarada, os grãos tinham ficado  completamente molhados.  De repente aparece uma cigarra:
      – Por favor, formiguinhas, me deem um pouco de trigo!  Estou com uma fome danada, acho que vou morrer.
      As formigas pararam de trabalhar, coisa que era contra os princípios delas, e perguntaram:
      – Mas por quê?  O que você fez durante o verão?  Por acaso não se lembrou de guardar comida para o inverno?
      – Para falar a verdade, não tive tempo – respondeu a cigarra. – Passei o
verão cantando!
      – Bom... Se você passou o verão cantando, que tal passar o inverno  dançando? – disseram as formigas, e voltaram para o trabalho dando risada.
      Moral: Os preguiçosos colhem o que merecem.
Fonte: Fábula de Esopo traduzida por Heloisa Jahn
     
QUESTÃO 3
No primeiro parágrafo, a expressão em negrito “Depois de uma chuvarada,  os
grãos  tinham ficado completamente molhados.” dá ideia de
(A) tempo.          
(B) lugar.
(C) causa.
(D) explicação.                                               


                                                                       O Sapo e o boi
    
      Há muito, muito tempo, existiu um boi imponente.  Um dia, o boi estava dando  seu passeio da tarde quando um pobre sapo todo mal vestido olhou para ele e ficou  maravilhado.  Cheio de inveja daquele boi que parecia o dono do mundo, o sapo chamou os amigos.
      – Olhem só o tamanho do sujeito!  Até que ele é elegante, mas grande coisa: se eu quisesse também era.
     Dizendo isso o sapo começou a estufar a barriga e em pouco tempo já estava com o dobro de seu tamanho natural.
     – Já estou grande que nem ele? – perguntou aos outros sapos.
     – Não – disseram de novo os outros sapos –, e é melhor você parar com isso porque senão vai acabar se machucando.
     Mas era tanta a vontade do sapo de imitar o boi que ele continuou se estufando, estufando, estufando – até  estourar.
     Moral: Seja sempre você mesmo.
Fonte: Fábulas de Esopo. Compilação de Russell  Ash e Bernard Higton. São Paulo: Companhia das
Letrinhas, 1994.p.14
3) O motivo que levou o sapo a estufar até estourar foi
(A) ficar com uma roupa elegante.             
(B) ficar igual aos outros sapos. 
(C) estar bonito para o passeio.
(D) estar cheio de inveja do boi.

                                                  A cigarra e as formigas

      Num belo dia de inverno as formigas estavam tendo o maior trabalho para  secar suas reservas de trigo.  Depois de uma chuvarada, os grãos tinham ficado  completamente molhados.  De repente aparece uma cigarra:
      – Por favor, formiguinhas, me deem um pouco de trigo!  Estou com uma fome danada, acho que vou morrer.
      As formigas pararam de trabalhar, coisa que era contra os princípios delas, e perguntaram:
      – Mas por quê?  O que você fez durante o verão?  Por acaso não se lembrou de guardar comida para o inverno?
      – Para falar a verdade, não tive tempo – respondeu a cigarra. – Passei o
verão cantando!
      – Bom... Se você passou o verão cantando, que tal passar o inverno  dançando? – disseram as formigas, e voltaram para o trabalho dando risada.
      Moral: Os preguiçosos colhem o que merecem.
Fonte: Fábula de Esopo traduzida por Heloisa Jahn
     
QUESTÃO 4
No primeiro parágrafo, a expressão em negrito “Depois de uma chuvarada,  os
grãos  tinham ficado completamente molhados.” dá ideia de
(A) tempo.          
(B) lugar.
(C) causa.
(D) explicação.

0 comentários:

Postar um comentário

Google+ Followers