e

pass

terça-feira, 27 de março de 2012

Polígonos - Geometria


domingo, 25 de março de 2012

Atividade 2º ano


Retirado do blog Varal de atividades

Planeta Terra - Produção de texto


Retirado do blog Varal de atividades

Atividades de SND - Escrita,composição e decomposição dos númerosR



Atividades retiradas do blog http://varaldeatividades.blogspot.com.br/2011/02/diagnostico-de-leitura-e-escrita.html

Trombinha e o circo - Interpretação textual e gramática





ATIVIDADE 2/3º ANOS - INTERPRETAÇÃO DE CONVITES

Produção de texto observando as tirinhas

atividades matemáticas com receitas


Atividades Estados brasileiros


domingo, 11 de março de 2012

O pinguim

Coruja

O sapo não lava o pé

Borboletinha tá na cozinha... A canoa virou




Cantiga O cravo e a rosa

CANTIGA: O CRAVO E A ROSA

O CRAVO BRIGOU COM A ROSA
DEBAIXO DE UMA SACADA
O CRAVO SAIU FERIDO
E A ROSA DESPEDAÇADA.

O CRAVO FICOU DOENTE
A ROSA FOI VISITAR
O CRAVO TEVE UM DESMAIO
E A ROSA PÔS-SE A CHORAR.

Cantiga A Barata

CANTIGA: A BARATA

A BARATA DIZ QUE TEM
SETE SAIAS DE FILÓ.
É MENTIRA DA BARATA
ELA TEM É UMA SÓ.

AH! AH! AH!
OH! OH! OH!
ELA TEM É UMA SÓ.

A BARATA DIZ QUE TEM
SETE SAIAS DE BALÃO.
É MENTIRA ELA NÃO TEM
NEM DINHEIRO PRO SABÃO.

AH! AH! AH!
OH! OH! OH!
NEM DINHEIRO PRO SABÃO.

A BARATA DIZ QUE TEM
UM SAPATO DE FIVELA.
É MENTIRA DA BARATA
O SAPATO É DA MÃE DELA.
AH! AH! AH!
OH! OH! OH!
O SAPATO É DA MÃE DELA.

Poesia O Pato


Parlendas

PARLENDA

LÁ EM CIMA DO PIANO
TEM UM COPO DE VENENO
QUEM BEBEU MORREU
O CULPADO NÃO FUI EU


PARLENDA

UM, DOIS,
FEIJÃO COM ARROZ;
TRÊS, QUATRO,
ARROZ COM PATO;
CINCO, SEIS,
BOLO INGLÊS;
SETE, OITO,
CAFÉ COM BISCOITO;
NOVE, DEZ,
VAI NA BICA LAVAR OS PÉS
PRA COMPRAR CINCO PASTÉIS
PRA GANHAR QUINHENTOS RÉIS
PRA COMER NO DIA DEZ.

Poesias: A Casa e A porta de Vinicius de Moraes

POEMA: A CASA- VINICIUS DE MORAES

ERA UMA CASA
MUITO ENGRAÇADA
NÃO TINHA TETO
NÃO TINHA NADA
NINGUÉM PODIA
ENTRAR NELA NÃO
PORQUE NA CASA
NÃO TINHA CHÃO
NINGUÉM PODIA
DORMIR NA REDE
PORQUE NA CASA
NÃO TINHA PAREDE
NINGUÉM PODIA
FAZER PIPI
PORQUE PENICO NÃO TINHA ALI.
MAS ERA FEITA COM MUITO ESMERO NA
RUA DOS BOBOS
NÚMERO ZERO.



POEMA: A PORTA - VINÍCIUS DE MORAES

EU SOU FEITA DE MADEIRA.
MADEIRA, MATÉRIA MORTA.
MAS NÃO HÁ COISA NO MUNDO
MAIS VIVA DO QUE UMA PORTA.

EU ABRO DEVAGARINHO
PRA PASSAR O MENININHO
EU ABRO BEM COM CUIDADO
PRA PASSAR O NAMORADO
EU ABRO BEM PRAZENTEIRA
PRA PASSAR A COZINHEIRA
EU ABRO DE SUPETÃO
PRA PASSAR O CAPITÃO.

SÓ NÃO ABRO PRA ESSA GENTE
QUE DIZ (A MIM BEM ME IMPORTA…)
QUE SE UMA PESSOA É B URRA
É BURRA COMO UMA PORTA.
EU SOU MUITO INTELIGENTE!

EU FECHO A FRENTE DA CASA
FECHO A FRENTE DO QUARTEL
FECHO TUDO NESTE MUNDO
SÓ VIVO ABERTA NO CÉU.

Oração Bom Dia para iniciar as aulas

ORAÇÃO: BOM DIA!
BOM DIA, MEU DEUS QUERIDO!
AS AULAS JÁ VÃO COMEÇAR.
NÓS QUEREMOS QUE O SENHOR,
VENHA CONOSCO FICAR.
AQUI ESTAMOS JUNTINHOS.
E JÁ VAMOS ESTUDAR.
ABENÇOE A NOSSA CLASSE,

A NOSSA ESCOLA
E O NOSSO LAR.
AMÉM!

A Foca - Vinicius de Moraes

sábado, 10 de março de 2012

Deficiências de Mario Quintana

DEFICIÊNCIAS ( Mario Quintana )
"Deficiente" é aquele que não consegue modificar sua vida, aceitando as imposições de outras pessoas ou da sociedade em que vive, sem ter consciência de que é dono do seu destino.

"Louco" é quem não procura ser feliz com o que possui.

"Cego" é aquele que não vê seu próximo morrer de frio, de fome, de miséria, e só tem olhos para seus míseros problemas e pequenas dores.

"Surdo" é aquele que não tem tempo de ouvir um desabafo de um amigo, ou o apelo de um irmão. Pois está sempre apressado para o trabalho e quer garantir seus tostões no fim do mês.

"Mudo" é aquele que não consegue falar o que sente e se esconde por trás da máscara da hipocrisia.

"Paralítico" é quem não consegue andar na direção daqueles que precisam de sua ajuda.

"Diabético" é quem não consegue ser doce.

"Anão" é quem não sabe deixar o amor crescer.

E, finalmente, a pior das deficiências é ser miserável, pois:
"Miseráveis" são todos que não conseguem falar com Deus.

"A amizade é um amor que nunca morre."

DEFICIÊNCIAS - Mario Quintana (escritor gaúcho nascido em 30/07/1906 e morto em 05/05/1994 .

Filmes que todo professor deveria assistir ...

0 milagre de Anne Sullivan - surdocegueira
A Força de um campeão: Física
Além dos meus olhos:Visual
Amy: Visual/Auditiva
Como estrelas na Terra - Toda criança é especial: Dislexia
De porta em porta: Física
Filhos do silêncio:Auditiva
Forrest Gump - O contador de história:Mental
Gaby - Uma história verdadeira:Paralisia Cerebral
Gilbert Grape - Aprendiz de sonhador:Mental
Meu filho,meu mundo:Autismo
Meu nome é radio- Intelectual
Meu pé esquerdo:Paralisia Cerebral
Mr.Holland - Adorável professor:Auditiva
Nell:Autismo
Nick and Gino:Mental
O piano:Auditiva
O Silêncio:Visual/Auditiva
O óleo de Lorenzo:Física
Oitavo dia:Síndrome de Down
Perfume de mulher:Visual
Querido Frankie : Auditiva
Rain man:Autismo
Simples como amar:Deficiência Mental
Uma janela para o céu:Física
À primeira vista: Deficiência Visual

Poesias de Elias José Nas ruas da cidade e outros

Nas ruas da cidade

Lá na rua 21,
O pipoqueiro solta um pum.

Lá na rua 22,
O português diz: pois-pois.

Lá na rua 23,
João namora a bela Inês.

Lá na rua 24,
A Aninha tirou retrato.

Lá na rua 25,
Caiu um barraco de zinco.

Lá na rua 26,
O sorveteiro quer freguês .

Lá na rua 27,
Pedro chama a prima Bete.

Lá na rua 28,
A Verinha vende biscoito.

Lá na rua 29,
A molecada só se move.

Lá na rua 30,
Paro, pois a rima já num pinta.

Elias José

A CASA E SEU DONO
Elias José

ESSA CASA É DE CACO
QUEM MORA NELA É O MACACO.

ESSA CASA É DE CIMENTO
QUEM MORA NELA É O JUMENTO.

ESSA CASA É DE TELHA
QUEM MORA NELA É A ABELHA.

ESSA CASA É DE LATA
QUEM MORA NELA É A BARATA.

ESSA CASA É ELEGANTE
QUEM MORA NELA É O ELEFANTE.

E DESCOBRI DE REPENTE
QUE NÃO FALEI EM CASA DE GENTE.


Caixa mágica de surpresa
Um livro
é uma beleza,
é caixa mágica
só de surpresa.


Um livro
parece mudo,
Mas nele a gente
descobre tudo.


Um livro
tem asas
longas e leves
que, de repente,
levam a gente
longe, longe


Um livro
é parque de diversões
cheio de sonhos coloridos,
cheio de doces sortidos,
cheio de luzes e balões.


Um livro é uma floresta
com folhas e flores
e bichos e cores.
É mesmo uma festa,
um baú de feiticeiro,
um navio pirata do mar,
um foguete perdido no ar,
É amigo e companheiro.


♥♥♥


Tem Tudo a Ver
A poesia
tem tudo a ver
com tua dor e alegrias,
com as cores, as formas, os cheiros,
os sabores e a música
do mundo.


A poesia
tem tudo a ver
com o sorriso da criança,
o diálogo dos namorados,
as lágrimas diante da morte,
os olhos pedindo pão.


A poesia
tem tudo a ver
com a plumagem, o vôo e o canto,
a veloz acrobacia dos peixes,
as cores todas do arco-íris,
o ritmo dos rios e cachoeiras,
o brilho da lua, do sol e das estrelas,
a explosão em verde, em flores e frutos.


A poesia
— é só abrir os olhos e ver —
tem tudo a ver
com tudo.

Poesia Passarinho Fofoqueiro , jacaré e outras de José Paulo Paes

Passarinho fofoqueiro


Um passarinho me contou
que a ostra é muito fechada,
que a cobra émuito enrolada,
que a arara é uma cabeça oca,
e que o leão marinho e a foca..
xô , passarinho! chega de fofoca!

José Paulo Paes

Chatice
Jacaré,
larga do meu pé
deixa de ser chato!
Se você tem fome,
então vê se come
só o meu sapato,
e larga do meu pé,
e volta pro seu mato,
jacaré.

Cadê
Nossa! que escuro!
Cadê a luz?
Dedo apagou.
Cadê o dedo?
Entrou no nariz.
Cadê o nariz?
Dando um espirro.
Cadê o o espirro?
Ficou no lenço.
Cadê o lenço?
Dentro do bolso.
Cadê o bolso?
Foi com a calça.
Cadê a calça?
No guarda-roupa.
Cadê o guarda-roupa?
Fechado a chave.
Cadê a chave?
Homem levou.
Cadê o homem?
Está dormindo
de luz apagada.
Nossa! que escuro!


♥♥♥


Gato da China
Era uma vez
um gato chinês


que morava em Xangai
sem mãe e sem pai,


que sorria amarelo
para o Rio Amarelo,


com seu olhos puxados,
um pra cada lado.


Era um gato mais preto
que tinha nanquim,


de bigodes compridos
feito mandarim,


que quando espirrava
só fazia "chin!"


Era um gato esquisito:
comia com palitos


e quando tinha fome
miava "ming-au!"


mas lambia o mingau
com sua língua de pau.


Não era um bicho mau
esse gato chinês,


era até legal.
Quer que eu conte outra vez?


♥♥♥


Paraíso
Se esta rua fosse minha,
eu mandava ladrilhar,
não para automóveis matar gente,
mas para criança brincar.


Se esta mata fosse minha,
eu não deixava derrubar.
Se cortarem todas as árvores,
onde é que os pássaros vão morar?


Se este rio fosse meu,
eu não deixava poluir.
Joguem esgotos noutra parte,
que os peixes moram aqui.


Se este mundo fosse meu,
Eu fazia tantas mudanças
Que ele seria um paraíso
De bichos, plantas e crianças.


♥♥♥


Cemitério
Aqui jaz um leão
chamado Augusto.
Deu um urro tão forte,
mas um urro tão forte,
que morreu de susto.


Aqui jaz uma pulga
chamada Cida.
Desgostosa da vida,
tomou inseticida:
Era uma pulga suiCida.


Aqui jaz um morcego
que morreu de amor
por outro morcego.
Desse amor arrenego:
amor cego, o de morcego!


Neste túmulo vazio
jaz um bicho sem nome.
Bicho mais impróprio!
tinha tanta fome,
que comeu-se a si próprio.

quarta-feira, 7 de março de 2012

Mensagem : Para que gritar?

Para que Gritar?

Um dia, um pensador indiano fez a seguinte pergunta a seus discípulos :
"Por que as pessoas gritam quando estão aborrecidas ?" "Gritamos porque perdemos a calma", disse um deles.
"Mas, por que gritar quando a outra pessoa está ao seu lado ?", questionou novamente o pensador.
"Bem, gritamos porque desejamos que a outra pessoa nos ouça", retrucou outro discípulo.
E o mestre volta a perguntar :
"Então não é possível falar-lhe em voz baixa ?"
Várias outras respostas surgiram, mas nenhuma convenceu o pensador.
Então ele esclareceu :
"Vocês sabem porque se grita com uma pessoa quando se está aborrecido ?"
O fato é que, quando duas pessoas estão aborrecidas, seus corações se afastam muito.
Para cobrir esta distância precisam gritar para poderem escutar-se mutuamente.
Quanto mais aborrecidas estiverem, mais forte terão que gritar para ouvir um ao outro, através da grande distância.
Por outro lado, o que sucede quando duas pessoas estão enamoradas ?
Elas não gritam. Falam suavemente. E por quê ?
Porque seus corações estão muito perto. A distância entre elas é pequena.
Às vezes estão tão próximos seus corações, que nem falam, somente sussurram.
E quando o amor é mais intenso, não necessitam sequer sussurrar, apenas se olham, e basta.
Seus corações se entendem.
É isso que acontece quando duas pessoas que se amam estão próximas.
Por fim, o pensador conclui, dizendo :

"Quando vocês discutirem, não deixem que seus corações se afastem, não digam palavras que os distanciem mais, pois chegará um dia em que a distância será tanta que não mais encontrarão o caminho de volta".

Mahatma Gandhi

shoptime

shoptime

shoptime